Dying Light [Análise] – BJ


Mais um jogo de zumbi, mais uma tentativa da Techland, mais um mundo pós-apocalíptico”, é o que você talvez esteja pensando. Surpreendentemente, Dying Light se mostrou ser um pouco mais do que isso.

Apesar de trazer elementos nunca antes reunidos em um mesmo game, a proposta inicial de Dying Light não é nada de outro mundo: faça parkour por aí, bata em zumbis com armas improvisadas, salve a si mesmo e a outros humanos.

Mas basta algumas horas de campanha e certas transformações no gameplay podem fazer desse jogo uma experiência bem interessante — talvez até mesmo inovadora. Depois de a gente gastar algumas dezenas de horas explorando esse parque de diversões horroroso, trazemos agora nossas impressões pra você.

http://www.baixakijogos.com.br

Te gusto el contenido, entonces que no quede solo para ti, porque no lo compartes con la familia y los amigos. Solo dale clic al boton compartir.

Dejanos un comentario...

%d blogueiros gostam disto: